sexta-feira, 11 de março de 2011

A internet e sua utilidade diabólica nos tempos do fim

A força da internet está na descentralização: milhões de computadores em todo os lugares do mundo armazenando todo o conteúdo da rede, a chamada computação em nuvem. Significa que as informações que circulam na web como por exemplo fotos no Flickr, mensagens do Gmail, citando apenas dois grandes exemplos, ficam guardadas em computadores-servidores em lugares ao redor do mundo com milhares dessas máquinas que armazenam o que antes estaria no disco rígido do usuário.

Projeções sombrias de ataques virtuais de hackers, ou mesmo de terroristas reais às centrais de servidores do Google, por exemplo, causariam um inimaginável caos. Faça um assustador exercício de imaginação se de uma hora para outra, hackers conseguissem introduzir um vírus extremamente poderoso na rede e de difícil detecção, que fosse praticamente indestrutível. Como sabemos, em poucas horas, se não for detectado e neutralizado, poderá infectar milhares ou até milhões de máquinas. Tanto podem os hackers criar programas para causar uma situação caótica na rede, como pode ser um vírus que destrua, que apague de forma definitiva todas as informações que você e eu possamos ter nos servidores do Google ou quem sabe até o que está em nosso próprio hd.

Sendo o caso de um ataque terrorista, deverão estes descobrir onde se situam as instalações dos servidores ao redor do mundo e cometer uma ação direta, não virtual, mas sim, física. Todavia, teriam de ter uma logística muito bem elaborada pois as instalações que guardam os computadores-servidores são incontáveis, além se estarem em lugares anônimos e bem vigiados.

Voltemos então ao provável ataque dos hackers. Esta seria a alternativa mais adequada, e porque não dizer, a mais letal. Será mesmo? Em post que publiquei em 15/08/09 O Google e o controle total http://observateologia.blogspot.com/2009/08/o-google-e-o-controle-total.html argumentei sobre a questão das informações que constam nos servidores do Google caírem em mãos erradas. Essa alternativa consiste em maior potencial de letalidade para os seres humanos do que qualquer outra. Além do que, a palavra profética na Bíblia declara sobre os acontecimentos finais neste mundo e a ascenção da besta do Apocalipse, o Anticristo (Ap 13). Por causa desta palavra profética e do anseio de Satanás, por meio da besta de obter domínio total da humanidade, não faz sentido pensar em um evento catastrófico onde hackers conseguirão por meio de programas maléficos destruir informações ou tornar caóticas as operações na web. Acredito que a rede mundial de computadores será ainda mais aperfeiçoada em seu uso e muito eficiente em sua segurança contra estes elementos nocivos.

Que governo não gostaria de ter o poder absoluto em suas mãos? O poder de vida e morte sobre todos os cidadãos? Cremos de acordo com a Palavra de Deus de que no tempo certo, o Anticristo controlará a rede mundial de computadores. Ele terá um poder concentrado em suas mãos porque todas as informações constantes na internet sobre qualquer usuário (e até mesmo de quem não é um internauta típico) estarão à sua disposição. O domíno e a tirania do governo mundial anticristão serão uma cruel realidade e sem dúvida alguma a world wide web será uma de suas principais ferramentas para este sinistro propósito. De fato, ele terá o domínio dos habitantes da terra (Ap 13.8) que o adorarão e serão submetidos ao seu cruel e satânico governo.

A internet foi feita para sobreviver aos efeitos de uma provável guerra nuclear entre as duas grandes superpotências do final dos anos 60, os Estados Unidos e a antiga União Soviética. Caso a URSS atacasse os pontos vitais dos EUA como o Pentágono e a Casa Branca por exemplo, continuaria a rede de computadores do governo a funcionar normalmente pois as máquinas que controlavam o arsenal americano estariam espalhadas pelo país inteiro e se somente a capital, Washington, fosse alvo de um ataque nuclear russo, o sistema continuaria a funcionar e os EUA poderiam retaliar o ataque de seus inimigos com eficiência. Os russos não poderiam destruir a rede americana pois esta consistia de centenas de estações de comando. Uma tarefa impossível.

Após esta época, a rede ganhou o mundo e continuou a desfrutar de um status de indestrutível. Não existe um dono da internet no mundo. Não existe um país ou governo que comande a web. Cada computador que há no planeta tem acesso à rede toda e o conteúdo desta rede está espalhado por milhões de máquinas no mundo todo. Assim como era no sistema original norte-americano que lhe deu origem.

Mas esta ferramenta formidável, este arsenal de informações privilegiadas, cairá nas mãos do homem do pecado, do iníquo (2Ts 2.3,8). Realmente, as pessoas que estarão sobre a face da terra nesta época, não poderão escapar aos olhos vigilantes e impiedosos do Anticristo, porque não só pela web mas utilizando toda a tecnologia disponível, ele logrará sucesso em dominar a tudo e a todos.

Isto não é enredo de filme de ficção científica. É a pura verdade da Palavra de Deus. Atingirá a todos no mundo inteiro. As pessoas se iludirão sobre o caráter do Anticristo, que a princípio apresentar-se-á como aquele que trará a solução de todos os problemas mundiais. Mas ao mesmo tempo, ele estará estendendo seus tentáculos mortíferos para escravizar as pessoas e levá-las a adorá-lo como ao próprio Senhor Deus, que aliás será escarnecido, zombado e desacreditado como nunca antes (Dn 7.25; 11.36). Encobertamente a princípio mas de forma totalmente escancarada na parte final de seu governo (3 anos e meio ou 42 meses, Ap 13.5, também, Dn 7.25b: “um tempo, e tempos, e a metade de um tempo”), ele revelará sua verdadeira e grotesca face. Será um tempo de horror sobre todos os que habitarão sobre a terra.

Esta é uma palavra de reflexão, para todos nós que somos usuários da world wide web.

Pense nisso……

2 comentários:

  1. Paz mano!
    Só passei para deixar um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado amado, retribuo e te desejo a Paz de Jesus Cristo hoje e sempre!

    ResponderExcluir