quinta-feira, 11 de março de 2010

Porque será que Lula não protestou ?

Foram estapafúrdias as declarações do presidente Lula na entrevista à Associated Press nesta segunda, na qual o líder defendeu o "respeito" à justiça e governo cubanos afirmando ainda que "greve de fome não pode ser um pretexto dos direitos humanos para libertar as pessoas". "Imaginem se todos os bandidos presos em São Paulo fizerem um jejum para pedirem sua libertação", acrescentou Lula.

A oposição cubana tentou entregar uma carta a Lula às vésperas da visita do presidente a Havana em fevereiro, onde pedem que Lula interceda principalmente por Orlando Zapata Tamayo que morreu um dia antes de sua chegada ao país. O porta-voz da Presidência Marcelo Baumbach confirmou em entrevista que a carta já foi recebida mas ainda não foi repassada ao presidente. O mesmo indicou que o Brasil é regido pelo princípio de não-ingerência em assuntos internos de outros países e que é esse princípio que guiará a reação do presidente Lula no caso.

No Congresso, nesta quarta feira dia 10, oposição tentou aprovar uma moção de censura pela falta de liberdades na ilha, vetada pela maioria governista. Porém, em uma segunda tentativa, hoje, dia 11, a Comissão de Relações Exteriores do Senado Brasileiro aprovou o “voto de solidariedade” contra os presos cubanos. A moção em favor dos presos políticos foi apresentada pelo senador Artur Virgílio do PSDB que qualificou de “deploráveis” as declarações de Lula.

O que podemos dizer de tudo isto? De que Lula é simpatizante de governos ditatoriais. Foi exatamente isto que declarou o senador Artur Virgílio ao subir à tribuna do senado hoje e classificar o atual governo “parceiro e protetor de ditaduras”. Lula conseguiu, segundo o senador, construir uma boa imagem do Brasil junto à comunidade internacional, mas coloca por terra esta imagem ao manter a postura de amigo de ditadores.

Evo Morales, Hugo Chávez, Mahmoud Ahmedinejad, são exemplos de governantes aos quais o atual presidente cultiva boas relações. E é em nome dessas “boas relações” que são feitas vistas grossas às violações dos direitos humanos que esses governantes promovem em seus respectivos países. Lula não se posiciona contra e isto é intolerável. A simpatia que Lula nutre por esses governantes deveria ficar no nível pessoal apenas, sendo que ele, como representante de um país que se diz democrático, deveria postar-se a favor das liberdades pessoais porque isto fica acima de quaisquer amizades que ele possa ter.

Lamentável que Lula arranhe sua biografia desta forma. Mas não é de se espantar que isto assim seja. Sabemos através da Palavra de Deus o que é dito sobre os homens destes últimos tempos (2 Tm 3.1-5). Eles preferem agir desta forma, porque são egoístas e preferem escolher seus próprios interesses escusos a dar lugar à verdadeira justiça. O governo cubano é ditatorial, violento, perseguidor dos que se opõem e assassino e isto há 50 anos, desde 1959 portanto. Que Deus tenha misericórdia do povo cubano.

É necessário que protestemos de forma veemente contra a ditadura castrista em Cuba. Digamos um alto e sonoro “NÃO” contra este governo perseguidor e tirano que ainda ilude e atrai muitas pessoas como nosso presidente que parecem curtir uma espécie de romantismo em relação à “revolução” cubana. Que revolução é essa que mantém o povo na miséria quase absoluta enquanto a elite comunista tem acesso a bens enquanto os seus compatriotas enfrentam uma tremenda falta de produtos básicos para sua sobrevivência? A repetição de que a saúde cubana é excelente não passa de uma lenda. Que medicina é essa se faltam os remédios mais básicos? E que reais contribuições deu Cuba às ciências médicas? E não vamos atribuir tudo isto somente ao embargo econômico norte-americano, por favor! Yoani Sánchez falando sobre a "grande medicina de Cuba" em seu blog http://desdecuba.com/generaciony/

Quando um doente é internado, todos os seus familiares migram para o hospital. Precisam levar tudo: roupa de cama, ventilador, balde para dar banho no paciente e descarregar a privada, travesseiro, toalha, desinfetante para limpar o banheiro e inseticida para as baratas. Eles não devem esquecer também os remédios, a gaze, o algodão e, dependendo do caso, a agulha e o fio de sutura

Sobre a expectativa de vida:

É uma estatística oficial, sem comprovação, que não resistiria a um questionamento mínimo.. Pelo que vejo nas ruas, é difícil acreditar que os cubanos possam sobreviver tantos anos. Os idosos estão em estado deplorável e nunca se falou do número de suicídios, um dos mais altos do mundo.

Sobre a educação:

Em cada sala de aula existem seis fotos de Fidel Castro. Não se sabe o que acontece no resto do mundo. As cartilhas usadas na alfabetização só falam da guerrilha em Sierra Maestra...Tudo o que se ensina nas escolas é o marxismo, o leninismo,

É preciso mais dizer que as declarações de Lula foram de uma infelicidade a toda prova?

Todavia, um tipo de governo como este, é somente uma caricatura do futuro governo mundial que surgirá (Ap 13.7). O Anticristo, em escala mundial, perseguirá e matará a todos os que se opuserem ao seu maléfico governo.

O que vemos hoje não só em Cuba, mas também na Venezuela, no Irã, na China, na Coréia do Norte e em outros países é somente o prenúncio do que ainda ocorrerá com maior intensidade e da qual ninguém escapará.

Oremos todos pela nação cubana e se acaso você ainda não se reconciliou com o Senhor, faça-o ainda hoje. A porta da graça ainda está aberta (Mt 11.28-30). O Senhor é a nossa esperança. Pense nisto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário