terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Reflexões sobre a tragédia em Santa Maria

Esta não será a primeira e nem a última tragédia que ocorrerá neste mundo pré-retorno de Cristo. O que ocorreu na danceteria Kiss em Santa Maria no Rio Grande do Sul está bem configurado com a presente dispensação que ora vivemos, ou seja, na presença do pecado, e como frisei acima, o tempo do pré-retorno do Senhor nas nuvens do céu. Sofremos todos nós com as consequências da presença do mal no mundo. Além disso, sabemos igualmente pelas Escrituras que Satanás e suas hostes estão presentemente atuantes e, embora derrotados pela obra de Jesus Cristo na cruz (Cl 2.15; Hb 2.14,15) podem e e realmente tem agido para afligir os seres humanos, principalmente os que estão em aliança com Deus por meio de Seu Filho.

Este é um mundo em desordem. Um mundo espiritualmente em caos. Um mundo que experimenta um vazio de Deus e um incremento das atividades diabólicas em todos os quadrantes, afinal, Jesus disse que ele, Satanás, é o príncipe deste mundo (Jo 12.31; 14.30; 16.11). Um mundo onde o mal está presente e o pecado é a norma, não a exceção.

Mas também este é um mundo onde o verdadeiro Rei dele (1Tm 6.15; Ap 17.14; Ap 19.16) tem o domínio absoluto sobre tudo (Sl 24.1; 99.1). Mundo que o Criador amou e enviou Seu Filho para exatamente ser o resgate de tantos (Jo 3.16; Mt 20.28; Mc 10.45). Um mundo onde o Espírito Santo atua e efetivamente tem atuado em meio ao caos espiritual da humanidade através da mensagem reconciliadora do Evangelho (2Co 5.18-20), o Espírito de Deus age no mundo, no caos existencial das pessoas, assim como agiu no principio da criação, movendo-Se no caos primordial que era a Terra (Gn 1.2). 

Não deveremos achar que o que aconteceu na danceteria foi uma punição direta de Deus por viverem uma vida de pecados. É certo que a Bíblia declara que o Senhor Deus castiga e castigará aqueles que transgredirem Sua Palavra (2Ts 1.9; Hb 10.29; Ap 3.19). Mas nunca deveremos esquecer do caráter antes de tudo amoroso e benigno do Senhor. Ele não deseja a morte do ímpio, mas sim que Ele se converta de seus maus caminhos, seja salvo e viva retamente na presença Dele (Ez 18.23, 31,32; 2Pe 3.9).

Exatamente por causa da presença do mal no mundo, por causa da nossa natureza pecaminosa, mesmo que já tenhamos nascido de novo, somos sujeitos a pensar e expressar opiniões que não se coadunam com o testemunho das Escrituras. Esses jovens morreram porque o mal está atuante no mundo, porque vivemos num mundo pré-retorno de Cristo, num mundo ainda entregue ao seu príncipe que outra ocupação não tem que não seja tentar transtornar, perturbar, os retos caminhos do Senhor (At 13.10).

Creio no princípio bíblico de que todas as coisas acontecem para a glória de Deus, acontecem sob Sua permissão e acontecem para concorrer para o bem, porque sem dúvida alguma o Bem triunfará.

O mal e o pecado estão presentes no mundo, nas estruturas da sociedade humana e obviamente em todos nós, indivíduos. Uma danceteria que não deveria ter recebido alvará para funcionamento, que não tinha sinalização interna que indicasse as saídas de emergência e que na verdade, nem porta de emergência havia de fato, que estava abarrotada de pessoas, que permitiu a pirotecnia do grupo musical que se apresentava e isto num lugar com um isolamento acústico composto de um material altamente inflamável, boate esta onde os seguranças no momento em que os frequentadores da casa desejavam sair do ambiente que começava a ser atingido pelas chamas tentaram impedir a princípio a saída das pessoas por não efetivarem o pagamento de suas despesas no local (mas que cederam depois, entretanto, isto não impediu que muitos morressem), tudo isto não aponta para uma ambiência de malignidade no mundo em que vivemos que causa e realmente tem causado tantas tragédias?    

A marca do pecado e da malignidade é real. É impossível negar isto. A destruição e morte norteia a existência dos descendentes de Adão. O cativeiro ou servidão da corrupção do pecado (Rm 8.21) está em toda a criação de Deus. As marcas do pecado e do mal são evidentes no homem, nas estruturas humanas e na natureza. Sendo assim, tolos são todos (inclusive e principalmente cristãos) que atribuem ao Senhor a ocorrência dessas tragédias. Elas são consequências do atual estágio em que nos encontramos. E fora das Escrituras nenhuma outra explicação o ser humano terá para tentar entender porque estas coisas ocorrem.

Somente em Jesus Cristo e em Sua morte substitutiva o homem encontrará o necessário perdão (Cl 3.13) e a regeneração promovida pelo Espírito Santo (1Pe 1.3), a justificação diante do Juiz Supremo e a consequente paz (Rm 5.1) e a adoção na família de Deus (Ef 2.19). Tudo isto são os benefícios iniciais do Evangelho mas é muito mais do que isto, porque relacionar-se com Deus para o homem significará viver uma vida verdadeira, uma vida digna de ser vivida, uma vida abundante e plena de sentido em Cristo Jesus.

Deus não prometeu para nós todas as respostas, pelo menos nesta vida (Dt 29.29). Mas no que nos foi revelado, segundo esta passagem de Deuteronômio, o que está disponível para nós no conjunto dos 66 livros que compõem a Bíblia Sagrada, é suficiente para que descansemos no Senhor, para que confiemos nEle, para que seguros nEle estejamos em meio às incertezas deste mundo caído. Estamos todos aqui mergulhados e envolvidos em uma atmosfera espiritual adversa, onde o ar às vezes é rarefeito, espiritualmente falando, mas o Bom Pastor prometeu estar presente conosco todos os dias até o final da história humana (Mt 28.20).

O dia da vinda de Jesus Cristo se aproxima. Diante de tais tragédias e outras que certamente ocorrerão (Mt 24.6,7) devemos nos portar como filhos de Deus que somos e chorar com os que choram (Rm 12.15), deveremos consolar os enlutados (2Co 1.3-7) e proclamar em meio às dores e misérias das pessoas, o insubstituível Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Como povo de Deus presente no mundo, como Igreja do Senhor sobre a terra, aperfeiçoemos nosso amor no Senhor fazendo exatamente o que Ele nos mandou, nos comissionou a fazer até que Ele mesmo venha entre as nuvens em Seu grande e glorioso dia (Ap 19.11-21).

O que chegamos a compreender das dores da humanidade nesta vida é notório nas páginas das Escrituras. Jesus mesmo disse: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz: no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (Jo 16.33).

É a mensagem consoladora, alvissareira, esperançosa do Senhor Jesus que devemos viver diariamente e ao mesmo tempo proclamar, a fim de que os que não usufruem do que já possuímos possam igualmente obter acesso a esta graça, acesso com confiança à presença do Pai (Hb 4.16).

Jesus Cristo definitivamente é a esperança de todos os seres humanos. O mal e a morte não prevaleceram contra Ele. O pecado foi derrotado. As hostes malignas estão todas subjugadas a Ele. Sua vitória é incontestável e brevemente Ele voltará como Rei que é para consumar de uma vez para sempre o que já foi feito na cruz do Calvário. E aí então, de forma gloriosa, será banido o mal, a morte e o pecado do universo. Deus tem Sua hora certa para assim o fazer.

Pense nisto.    














7 comentários:

  1. Graça e paz irmão Cícero, realmenete, há circunsstânscias na vida que não podemos explicar, devemos nos entregar confiantes no amor de Deus por nós. Que Jesus continue abençoando, Shalon Adonai...

    ResponderExcluir
  2. É verdade, e que o Senhor muito te abençoe também Carlos, fica na paz!

    ResponderExcluir
  3. Amado irmão Cícero Ramos, graça e paz.
    A muito tempo que sou seguidor deste belo blog que esta cada vez melhor. Sinto-me alegre pelo seu sucesso e sei que muitas vidas tem sido abençoadas através deste espaço. Amado xará o motivo deste comentario é para te informar que estarei publicando em meu blog o seu artigo, Cristãos desprezando e julgando uns aos outros e gostaria da su permissão para publicar outros, mas se o amado não permitir, tudo bem é só me informar que retiro o publicado e não publico mais. Favor visitarem também www.pastorcicero.blogspot.com.
    Um abraço e fica na Paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro pastor e xará, fique à vontade para publicar meu texto e obrigado pelas palavras de incentivo, vou visitar seu blog, grande abraço!

      Excluir
  4. ES UNA BENDICION VISITAR SU WEB, QUE DIOS LES BENDIGA GRANDEMENTE DESDE MI PAIS EL SALVADOR CENTROAMERICA, les comparto mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias por sus palabra mi hermana, Dios te bendiga siempre!!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir